#DicaW3 – Fotografia de produto

Se você divulga seus produtos na internet é de extrema importância que você tenha fotos de qualidade para que seus clientes tenham acesso. Boa parte dos consumidores são muito visuais e se sentem atraídos por aquilo que é mais organizado esteticamente. Por isso, neste post você vai aprender algumas dicas de como melhorar as suas vendas através da fotografia. Vamos lá?

Disposição dos produtos

Para postar as novidades da loja você não precisa postar tudo de uma vez. Escolha os principais produtos e organize o espaço onde você vai tirar as fotos. Disponha os produtos de acordo com a sua funcionalidade. Um brinco, por exemplo, você pode posicionar uma placa de isopor, forrar com cartolina ou papel sulfite e prender o brinco de forma que ele fique pendurado na estrutura. Dessa forma, é possível valorizar a peça e suas especificidades.

Padrão fotográfico

Nessa categoria de fotografia, é necessário que as fotos sejam parecidas para que formem uma espécie de “catálogo”. A ideia de criar um padrão ajuda tanto na produção quanto na leitura da imagem. Para isso, você deve posicionar o celular ou câmera em uma estrutura fixa como o tripé. A organização dos produtos também deve ser sempre parecida. Invista numa boa iluminação. Nem muito claro, nem com pouca luz. Uma luminária direcionada à peça já é de bom tamanho. Abuse da criatividade para criar fundos infinitos com os materiais que você tiver e boa sorte!

Se inspirando nos maiores

Procurar saber como grandes empresas divulgam seus produtos é importante. Por exemplo, de que forma o Outback fotografa seus hambúrgueres? Eu consigo fazer algo parecido na minha lanchonete? Consegue sim! Como vimos acima, basta caprichar na apresentação do lanche, ter uma boa iluminação, celular ou câmera e criatividade. Nós fizemos uma matéria onde falamos um pouco a respeito do marketing para serviços de alimentação. Vale a pena conferir.
Moleca apostou e ainda aposta nessa ideia. A marca tem combinado cores, símbolos e outros elementos aos produtos de forma simples, mas criativa.

Não é difícil ter uma boa presença nas redes sociais, né? Mas se você ainda tiver alguma dificuldade, não tenha medo de falar com a gente! Nós somos especialista em gerenciamento de redes sociais e construção de sites para impulsionar suas campanhas.

W3Case – Publicidade e Desenvolvimento Web
(67) 3441-9114 / 3441-7076

Marketing digital para serviços de moda

O consumidor está cada vez mais conectado, porém, saber isto não basta, é preciso transformar a maneira de como se fazia propaganda e adaptá-las à era digital para conquistar novos clientes e tirar um maior proveito dos canais de comercialização, a fim de otimizar o orçamento de marketing o máximo possível.

Atualmente, o público é mais informado e exige que as empresas disponibilizem informações relevantes e que agreguem algum valor, o que facilita na escolha e consequentemente impulsiona as vendas.

Abaixo vamos listar algumas ações que podem ser úteis para alavancar o seu negócio:

Esteja presente nas mídias sociais.

Desde o surgimento delas, as empresas têm se aproveitado da sua popularidade para se comunicar com seus clientes. Por isso, não fique para trás! Essa ação é importante para a empresa divulgar seus produtos e também para o consumidor se encontrar com a marca. Além de ser uma estratégia simples de sustentar, o baixo custo e o alcance estão entre as principais vantagens.

Tire boas fotos!

Fotos ruins ou tiradas da internet dificultam a credibilidade da empresa e não passam tanta confiança. Por isso, é importante sustentar seus meios de comunicação com fotos capazes de transmitir a qualidade dos produtos e a postura do seu negócio.

Sustente o blog!

O blog é uma ótima ferramenta de conteúdo, pois com ele você pode criar matérias com qualidade sobre seus produtos, sobre a empresa e isso contribui muito para a atração do público.

Uma dica para os segmentos de confecções, calçados e acessórios é investir em conteúdos que gerem desejo no público-alvo. Fale sobre seus produtos e diferenciais de forma sucinta e inclua um pouco de prosa. Relacione novidades da marca com tendências e estilo de famosos.

Tenha um site de qualidade.

O site é uma porta de entrada para o cliente ter as primeiras impressões sobre a sua loja, por isso é importante que ele encontre as informações da empresa. Assim, é necessário que o site seja capaz de transmitir confiança e credibilidade ao consumidor. Para isso, a página deve ter um design atraente e estar de acordo com as tendências de moda trazidas pela sua coleção.

Gostou das dicas? Deixe seu comentário na nossa página!
W3Case – Publicidade e Desenvolvimento Web
(67) 3441-9114 / 3441 – 7076

O que leva um consumidor a ser leal a uma marca?

Por conta da crise política e econômica que o país está vivendo, além de se preocupar com o custo-benefício, o consumidor tem se colocado disponível a ter experiências com novas marcas. Cabe às empresas saber transformar essa dificuldade em uma oportunidade de negócio. Mas de que forma uma marca se torna ‘a queridinha’ do consumidor? De acordo com a experiência que ele tem.

Na hora de avaliar uma empresa, o atendimento é um dos principais fatores levados em consideração. O cliente avalia a empresa de forma positiva ou não começando, na maioria das vezes, pelo atendimento. Empreendimentos com uma equipe de atendimento mais simpática tendem a ter destaque com esse perfil de consumidor.

Além de buscar produtos ou serviços de qualidade, os consumidores também se preocupam com o preço que vão pagar. As empresas precisam estar atentas quanto a isso para conseguir levar o cliente até a compra. Para isso, é importante se diferenciar dos concorrentes de alguma forma. Um exemplo disso é a forma como o Starbucks se posiciona. A empresa procura valorizar a interação e o relacionamento. O segredo é proporcionar experiências memoráveis!

O bom relacionamento com o cliente é capaz de promover uma boa experiência entre marca e consumidor muito antes da compra. Isso se dá também no meio digital. Uma presença significativa no meio digital estimula a confiança do cliente em adquirir os produtos ou serviços oferecidos pela empresa. Para manter a lealdade do consumidor é necessário que as empresas estejam dispostas a criar vínculos com o seu público.

É isso que a W3Case faz pelos seus clientes. Se você deseja inserir sua empresa no meio digital, converse com quem entende do assunto.

W3case – Publicidade e Desenvolvimento Web
(67) 3441-9114 / 3441 – 7076

 

Tudo o que você provavelmente não sabia sobre o marketing

Quem está imerso no mundo do marketing pode chegar a pensar que esta seja uma área de atuação moderna e atual. Mas, na verdade, o marketing é uma ciência que começou a ser estudada mais profundamente após a Revolução Industrial por volta de 1760 devido a sua grande influência no mercado. A facilidade na produção de bens de consumo e o crescimento da concorrência fez com que os empresários começassem a criar estratégias para atrair cada vez mais clientes e impulsionar seus negócios.

Na época de 1450, a forma mais elaborada de marketing era impressa. A prensa de Gutemberg foi uma invenção que revolucionou a comunicação humana, já que foi ela a responsável por impulsionar os primeiros anúncios impressos. A partir daí, começaram a surgir jornais e revistas que se tornaram o meio mais interessante para as marcas se comunicarem com os consumidores. E até hoje, essa é uma forma de fazer propaganda.

A partir de 1880, com o avanço da tecnologia em meios de transporte e comunicação, as marcas começaram a criar um vínculo com seus clientes buscando fornecer informação ao invés de só fazer propaganda. Foi neste período que a John Deere lançou a revista “The Furrow” procurando passar informações para os fazendeiros melhorarem seus negócios. Ideia esta que mais tarde serviu de inspiração para a Michelin que criou o “Michelin Guide”, um guia de dicas de manutenções e dicas de viagens para seus clientes.

Com o surgimento do rádio e posteriormente da TV, as marcas começaram a investir em divulgar conteúdo e impulsionar campanhas publicitárias. É neste período que o marketing atinge sua fase mais popular. O uso de da internet impulsionou o marketing digital, inicialmente nos sites e blogs. Depois dos anos 2000, as redes sociais começam a surgir e rapidamente se tornaram a forma mais prática que as marcas encontraram para interagir com o público.

E aqui estamos nós! É por conta do esforço de outros homens que hoje nós nos sentimos cativados a trazer soluções eficazes para nossos clientes. E se perguntarem o que fazemos, sempre vamos responder com muito orgulho: comunicação. Porque nós amamos o que fazemos.

W3Case – Publicidade e Desenvolvimento Web
(67) 3441-9114 / 3441 – 7076

Por que investir em backup e armazenamento em nuvem?

Imagina o que seria da sua empresa se você, por acaso, perdesse todos os dados armazenados até agora. Seria quase uma missão impossível para recuperar tudo outra vez, não é mesmo? Por isso, esse texto busca trazer algumas orientações para que isso não venha acontecer e levar seu negócio por água abaixo.

A W3Case oferece serviços de backup e armazenamento de dados em nuvem compatíveis com os mais diversos sistemas operacionais. Basicamente, funciona como um espaço para você manter arquivos de forma prática e segura. Este recurso é fundamental para quem precisa acumular dados de fornecedores, clientes e até mesmo registros internos da empresa.

Com o backup em nuvem você pode trabalhar tranquilo e sem se preocupar em perder os arquivos da sua empresa. Além de toda a segurança oferecida pelo serviço, ter os dados são e salvos pelos processos automatizados melhoram a organização e consequentemente no funcionamento da empresa. Resumidamente, o backup em nuvem é sinônimo de segurança e praticidade.

Atualmente, é de extrema importância conseguir armazenar dados e arquivos a longo prazo. Nossa agência possui uma ótima estrutura para centralizar as informações e atender as necessidades de armazenamento da sua empresa da melhor maneira possível. Por isso, não perca tempo e invista num serviço de backup corporativo. Entre em contato conosco e evite chorar pelo leite derramado!

W3Case – Publicidade e Desenvolvimento Web
(67) 3441-9114 / 3441 – 7076

Tendências digitais: qual a postura da sua empresa?

Vivemos em uma era onde, independente do setor, o mercado está cada vez mais presente no meio digital. Graças a isso, podemos encontrar qualquer coisa com apenas um clique. A presença digital tem aproximado empresas e clientes ao mesmo tempo que tem alavancado as vendas devido a sua praticidade.

Hoje as empresas não estão preocupadas somente em impulsionar uma venda através de um simples anúncio, mas de criar um vínculo com o cliente. A ideia é torna-lo alguém especial para que ele se sinta confortável em consumir outros produtos ou serviços oferecidos pela empresa. Em outras palavras, é ser amigo do consumidor.

Estratégias que envolvam emoção e sensação são alguns dos estímulos pensados pelas grandes empresas para cativar seu público. Isso cria cada vez mais a imersão da marca no meio digital e ainda aproxima mais clientes a cada nova ação.

Um bom exemplo disso são as redes sociais, elas apresentam ao cliente uma forma de interação com a empresa. Lá ele pode ter acesso aos produtos, aos serviços, pode conhecer a equipe, tem a opção de mandar mensagem, de curtir, de comentar tudo o que estiver disponível. Diante dessa situação, é importante saber responder esse usuário. Tirar as dúvidas e aproveitar para aproximá-lo das ofertas da loja.

Todos esses privilégios que a internet pode nos proporcionar deve nos levar a refletir qual está sendo a postura da nossa empresa. Será que temos usados esses recursos a nosso favor? A economia digital é capaz de trazer inúmeros frutos se usados com inteligência e planejamento. Tudo sempre focado no público que você deseja atingir.

Não tenha medo de estar presente no meio digital. Na W3Case você pode criar uma relação com seu cliente hoje mesmo! Fala pra gente o que sua empresa está precisando que nós fazemos o resto por você. Ligue: 3441-9114 / 3441-7076

A influência das cores no marketing digital

A psicologia das cores é um estudo que nos ajuda a interpretar como as cores influenciam em nossas emoções e sentidos. Assim, é importante aprender a usar seus significados para que a transmissão de informações seja efetiva.

No marketing digital, cada detalhe oferecido gera um estímulo ao consumidor. Ao sofrer o estímulo, ele passa pela fase de reflexão, se vale a pena ou não investir em determinado serviço, por exemplo. Mas como o mercado faz uso das cores? A partir desse texto você vai entender que pode contribuir com sua própria estratégia para isso
Vamos lá?

Segundo Neil Patel do Quick Sprout“a cor representa 85% da razão pela qual você comprou um produto específico” e 93% dos consumidores consideram que a aparência visual é o fator que mais contribui para a decisão final de compra. Isso significa que as cores influenciam diretamente a presença da sua marca no mercado.

As tonalidades das cores são variantes e cada tom expressa um tipo de emoção diferente, seja ela positiva ou negativa. Por isso que empresas que estabelecem uma relação entre as cores e as emoções para sugerir ideias a seus clientes acabam levando mais vantagens entre os consumidores.

O livro A Psicologia das Cores, de Eva Heller, aborda a relação das cores com os nossos sentimentos e mostra como as duas coisas não se combinam por acaso, já que as relações entre ambas não são apenas questões de gosto, mas sim experiências universais profundamente enraizadas na nossa linguagem e no nosso pensamento. Se você deseja saber mais sobre o assunto, essa dica de leitura é para você!

A paixão pelo que fazemos nos inspira a fazer muito mais pelos nossos clientes. É por isso que a W3Case acredita que o planejamento é a base de todo conteúdo desenvolvido pela agência. Então, se você vai criar uma marca ou estabelecer a presença da sua empresa no meio digital, lembre-se de contar com os serviços especializados da W3Case e leve mais vantagens no mercado.

W3Case – Publicidade e Desenvolvimento Web
(67) 3441-9114 // 3441-7076

O empreendedorismo jovem no Brasil

Caracterizados pelo jeito despojado e espontâneo de ser e fazer ações, a juventude brasileira tem se mostrado mais atenta às mudanças e crescimentos do mercado que tem se tornado cada vez mais competitivo.

Um estudo feito com 130 países pela startup Expert Market, baseada no Texas (EUA), e publicado na Fast Company analisou a dificuldade de empreender e o número de negócios criados no ano de 2016. Para isso, foram analisados três fatores: o tempo até registrar oficialmente um novo negócio; o tempo até tomar todos os procedimentos necessários para o negócio, de fato, estar funcionando; e os custos básicos envolvidos.

A partir daí foi possível perceber que o Brasil é o 5º país com empreendedores mais determinados do mundo. Isso significa que estamos no caminho certo para fazer o país crescer. Porém, não significa que somos os mais inovadores. Infelizmente, a participação brasileira no quesito lançamento de produtos tecnológicos ainda é muito pequena.

Segundo o diretor do Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Fiesp, Sylvio Gomide, “estamos perdendo tempo para investir nessa área. Os jovens que ingressam nesse grupo precisam de ferramentas, treinamentos, cursos de extensão. Além de formação acadêmica, que ao invés de preparar executivos para trabalhar em empresas, forme o líder que iniciará seu próprio negócio”, salientou o diretor na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Mais adiante continuo dizendo que “todo esse processo ajudará o jovem empreendedor a não temer abrir uma empresa diferenciada, mesmo no complexo ambiente de negócios no Brasil – que engloba obrigações fiscais; juros altos, impostos elevados e taxas que dificultam o acesso ao crédito”.

Fontes:
https://goo.gl/byiE3d
https://goo.gl/Juhgai

#DicasW3: Marketing para serviços de alimentação

Um segmento que não para de crescer e parece nunca sofrer tanto com a crise é o setor alimentício. Pesquisas da Fiesp indicam que no ano de 2015 houve um crescimento de 35% na área com a abertura de novos empreendimentos gastronômicos de todos os tipos.

Diante dessa realidade, nós organizamos algumas dicas para fortalecer o crescimento do seu negócio. Confira:

1 – Promoção de vendas: funciona como um incentivo a curto prazo para encorajar a experimentação ou compra de um produto. Pode oferecer um estímulo à compra imediata. A estratégia é promover amostras, programas de fidelidade, sorteios online, etc.

2 – Relações públicas: promoção da empresa ou de seus produtos. Costuma gerar credibilidade e atingir públicos avessos à publicidade. Como fazer? Ter relações comunitárias, patrocinar e promover eventos locais são algumas das estratégias que podem ser utilizadas para esse tipo de campanha.

3 – Marketing direto e online: uso de meios de contato não pessoais para estabelecer comunicação direta com o consumidor. A principal ferramenta tem sido as redes sociais, como o Facebook.

Para que essas estratégias sejam eficazes, é necessário considerar alguns pontos importantes que toda promoção de vendas deve ter em vista. Ao definir os objetivos que desejam ser alcançados pela empresa, é fundamental decidir qual tipo de público será o alvo da campanha, qual vai ser o tempo de duração da promoção, os meios e canais que serão utilizados, a estimativas de custos e, claro, sempre avaliar os resultados para ver o que deu certo e o que precisa ser melhorado.

Tá precisando de uma mãozinha com a elaboração de uma boa campanha? Conversa com a gente!

W3Case – Publicidade e Desenvolvimento Web
(67) 3441-9114 / 3441-7076

Quais os benefícios de um site responsivo para minha empresa?

Antes de qualquer coisa, onde você está lendo esse texto? No celular, computador, tablet? Essa não é uma pergunta qualquer. Independente de qual seja sua plataforma, perceba que todo o texto pode ser lido de forma tranquila e prazerosa. Todas as informações se encontram bem distribuídas na sua tela e isso não se deve ao tamanho dela. Seja bem-vindo ao mundo responsivo!

Responsivo é todo site que se adapta em qualquer tela sem comprometer a resolução e a qualidade do conteúdo oferecido. Sabe aquele site que você precisa dar zoom para conseguir ler o que está escrito? Pois é, ele não é responsivo. Mas agora que você já sabe diferenciar um site responsivo de um site mobile, pense na sua empresa. Será que seu site está proporcionando uma experiência positiva ou negativa para o seu cliente?

No início deste ano o Google estabeleceu que sites responsivos pudessem ser encontrados primeiro que outros. Isso fez com que essa característica se tornasse um fator crucial para que empresas fossem encontradas através das buscas. Em outras palavras, ser responsivo é ser visto primeiro.

Além de proporcionar uma pesquisa mais agradável para o seu cliente, um site responsivo também pode gerar bons resultados administrativos e econômicos para sua empresa. Por um site mais fácil no quesito gerenciamento, não se torna necessário ter opções diferentes para a administração. Outra consequência positiva é o aumento significativo das vendas. Devido a boa distribuição de informações e a interação facilitada do cliente com a empresa, as vendas se tornam praticamente voluntárias.

Se sua empresa precisa de um site responsivo, não tenha medo de nos confiar esta missão. Conheça nosso portifólio (www.w3case.com.br/portifolio) e veja um pouco do que já foi feito por aqui.
Agência W3Case – Publicidade e Desenvolvimento Web
(67) 3441-9114 / 3441 -7076