Como ter um perfil empresarial no Instagram

De acordo com um levantamento publicado pela agência internacional We Are Social, o brasileiro gasta por dia 5 horas e 26 minutos na internet via computador ou tablet e mais outras 3 horas e 46 minutos conectado pelo celular. Ou seja, no Brasil, as pessoas permanecem online 9 horas e 13 minutos por dia, o que coloca o País como a terceira nação mais conectada do mundo. De acordo com o estudo, o primeiro e segundo lugares ficam com Filipinas e Tailândia, respectivamente. Isso já é um grande motivo para você colocar a sua empresa em evidência nas redes sociais e, se você gosta de apostar em fotografias para atrair a atenção dos clientes, o Instagram é ideal pra isso.

Para que isso funcione da forma correta, é necessário que você crie um perfil empresarial no Instagram. Assim, você trabalha de forma mais séria e têm acesso a dados como impressão, alcance e engajamento das publicações além de poder fazer anúncios e promovê-los.

Para aproveitar essas funcionalidades, é pré-requisito que sua empresa tenha uma fanpage no Facebook conectada a um perfil no Instagram com ao menos 100 seguidores. Com o perfil comercial, as empresas podem escolher como querem que seus clientes entrem em contato — por email, telefone ou mensagem — clicando no botão de contato, além de ver o endereço da empresa. O botão de contato aparece ao lado do botão de seguir.

Abra o menu de configurações no Instagram e selecione “Alternar para perfil comercial”. Depois, escolha a página do Facebook que você deseja associar ao seu perfil. Atenção: a sua conta no Instagram deve estar definida como pública. Perfis privados não podem ser alterados para contas comerciais. Por fim, verifique as informações de contato da sua empresa, altere o que for necessário e clique em Concluído. Pronto, seu perfil comercial está feito!

Dúvidas sobre criação de conteúdo? Clique aqui e conheça nossos serviços de gerenciamento de redes sociais, otimize tempo e encontre soluções reais para o seu negócio.

Como empresas podem usar as perguntas do Instagram

O Instagram está cada vez mais interativo e um exemplo disso são as últimas atualizações do aplicativo: Instagram TV e o novo sticker de pergunta. Ambas estão sendo muito utilizadas pelos usuários, mas a última está recebendo uma atenção ainda mais especial. Por isso, é importante que as empresas estejam atentas a isso e saibam usar a favor dos negócios.

A nova ferramenta é bem simples: um sticker que você adiciona sobre os stories que permite que os seus seguidores façam perguntas. Eles clicam no sticker, escrevem a questão e você pode selecioná-los e respondê-los um a um em novas histórias. Adotar a nova ferramenta é uma maneira divertida e interativa de tirar as dúvidas do seus seguidores no Instagram usando os stories, formato que já conta com 400 milhões de usuários postando fotos e vídeos diariamente, de acordo com o Statista.

O resultado dessas interações é a aproximação entre sua empresa e os seguidores. É uma boa ideia para quando você não tem algo em mente para compartilhar, mas ainda assim quer marcar presença na rede social. As perguntas também podem dar feedbacks e até ideias de conteúdo. Dependendo da dúvida, aproveite também para divulgar seus materiais, conteúdos, vagas e eventos.

Fonte: Resultados Digitais

Marketing Jurídico Digital como solução para escritórios de advocacia

Devido às restrições impostas pela OAB, muitos escritórios acreditam que não podem fazer marketing para promover os seus serviços. Porém, você já pensou em usar um tipo de estratégia que façam os seus clientes irem até você e não ao contrário?

Isso mesmo, pensamos num caminho para aplicar o Inbound Marketing, seguindo as determinações do Provimento 94/2000 a fim de ajudar você a se fixar no mercado, caso esteja abrindo um escritório novo, ou auxiliar na retenção dos clientes caso já esteja no ramo há anos.

Mas primeiro, vamos compreender melhor o que pode ou não ser feito.

O que o Provimento 94/2000 diz?

O Provimento 94/2000 permite que seja feita uma publicidade informativa que engloba anunciar a identificação pessoal e curricular, áreas ou matérias jurídicas de exercício preferencial, horário de atendimento entre outros em cartões de visita e de apresentação, menção em anuários profissionais do ramo de atuação e outros.

Também é permitido ter website com fotografias compatíveis à atividade e veicular anúncios na Internet, seguindo a mesma moderação das revistas e jornais especializados.

Contudo, não é aceito publicação de valores dos serviços ou forma de pagamento, utilização de meios promocionais, referência a cargos que tenha exercido, promessa de resultados, anúncio em rádio ou televisão, utilização de “dizeres próprios de atividades comerciais”, como “consulte-nos hoje mesmo”, uso de fotografias de órgãos públicos, relação com eventos fora da área jurídica, estampar nome profissional em objetos como calendário e chaveiros, enviar mensagens publicitárias pelo celular, assim por diante.

Por maior que seja a lista de entraves, há caminhos comprovados que podem aumentar o sucesso do seu escritório. Em suma, os advogados podem fazer marketing desde que sigam os princípios éticos e morais estabelecidos pela profissão.

 

A solução: Marketing Jurídico Digital

Nos últimos anos, as empresas passaram a migrar para o meio digital devido à possibilidade de estreitar os laços com clientes e possíveis clientes, investindo menos tempo e conseguindo avaliar melhor a estratégia através das métricas geradas. Assim, surgiu o Marketing Jurídico Digital que respeita os valores da profissão, firma o escritório como uma referência e o aproxima do seu público-alvo.

Como a Internet consiste no veículo com maior alcance permitido pelo Provimento, esta modalidade se revela uma promissora solução para os escritórios de advocacia. Nela, pode ser desenvolvido um conjunto de estratégias para atrair e converter clientes voluntariamente através do relacionamento e educação da audiência.

Por exemplo, se você tem 20 potenciais causas sobre uma mesma área jurídica, com os métodos tradicionais você terá que conversar pessoalmente com todos e convencê-los repetidamente. Além disso, eles terão que chegar até você através de meios reduzidos, sendo a indicação o principal.

Ao investir em Marketing Jurídico Digital, você conseguirá automatizar parte do processo e fazer com que você tenha contato direto apenas no momento do fechamento do contrato.

Com o Marketing de Conteúdo, você pode produzir conteúdos voltados para o seu público-alvo e que vão lhe auxiliar em todas as etapas até a pessoa se tornar um cliente. Unindo com um bom acompanhamento do interesse da pessoa nos seus artigos e campanhas de emails, você poderá saber qual o momento certo para abordar a pessoa a partir de um contato que ela mesma forneceu.

 

Alguns dos principais modos de aplicar na prática o Marketing de Conteúdo são:

Desenvolver materiais ricos que serão disponibilizados no formato de um eBook, infográfico ou checklist, como a Martins e Oliveira Sociedade de Advogados fez ao criar um guia com os requisitos necessários para requerer nacionalidade portuguesa;

Elaborar postagens em um blog sobre a sua área de atuação, incluindo explicações e orientações básicas para alguns casos que nem o advogado Mickael Borges Pereira Gomes fez nessa postagem do blog do André Coelho Advogados Associados;

Criar perfis nas redes sociais para publicar informações importantes sobre o seu escritório, redirecionar para a leitura de postagens no seu blog ou para baixar algum material rico que você desenvolveu, entre outros;

Fazer webinars ou vídeos para dar cursos sobre uma área em que você é especialista ou apenas comentar sobre algum assunto que os seus clientes estão com dúvida como o Rodrigo Padilha fez neste vídeo em seu canal do YouTube.

Esses são alguns caminhos para você atrair e se relacionar com pessoas que estão precisando de um especialista para defendê-las. Também é possível automatizar a sua interação ao agrupar seus clientes de acordo com comportamentos e/ou perfis similares e enviar materiais selecionados.

Ou seja, no lugar de você conversar com apenas uma pessoa por vez e explicar o que ela precisa saber para compreender que você é a melhor pessoa para representá-la, você pode se conectar com milhares e nutrir um relacionamento através da Automação de Marketing.

Deste modo, você vai conhecer melhor o seu público-alvo ao se apresentar como uma referência no assunto e trazer maior volume de clientes para o seu escritório.

 

Case de sucesso com Marketing Jurídico Digital

Em 2013, a Koetz Advocacia Previdenciária começou a usar o RD Station Marketing para otimizar e maximizar a estratégia depois de já ter investido na criação de um site no final de 2011 e apostado em Marketing Jurídico Digital ao destinar parte do tempo dos advogados do escritório para a produção de conteúdo.

Alguns dos resultados foi ter conseguido ampliar a procura pelo escritório para informações de processos com honorários de altos valores (entre R$ 30 mil e R$ 40 mil) além de quadruplicar o número de fechamentos totais. Confira:

Fonte: Resultados Digitais

Google AdWords agora é Google Ads

A linha de produtos do Google voltados a anúncios passou por mudanças. Em comunicado assinado pelo VP de Ads & Commerce, Sridhar Ramaswamy, a empresa divulgou as novas marcas e nomes das plataformas usadas tanto por quem quer comprar quanto por quem quer vender mídia. O Google AdWords, por exemplo, agora se chama Google Ads.

Além do nome, o principal produto da empresa ganhou uma novidade bem legal para pequenos negócios: as campanhas Smart. Este será o modo padrão para quem precisa otimizar ao máximo seus recursos: o Google usará machine learning para complementar ações tratadas como prioritárias pelo usuário, como receber ligações telefônicas. A ideia é que as campanhas Smart do Google Ads poupem tempo, recurso que costuma ser bem escasso na vida de quem empreende.

 

Integração de ferramentas do Google

As novas nomenclaturas também envolvem aglutinações de ferramentas antigas. O Google Analytics 360 e o DoubleClick Digital Marketing uniram forças na Google Marketing Platform. De acordo com a empresa, era um pedido de profissionais do mundo todo a junção de ferramentas de anúncios e análise em um só lugar.

Ali dentro, o usuário vai encontrar o Display & Video 360, unindo as funções de DoubleClick Bid Manager, Campaign Manager, Studio e Audience Center. O Google acredita que isso facilitará a colaboração entre as equipes de criação, de mídia e das agências na execução de campanhas completas.

 

Novidades do Google para quem ganha dinheiro com Ads

Não foi só quem investe em anúncios que ganhou novos brinquedos, o pessoal que lucra com Ads também teve a vida facilitada. O Google Ad Manager reúne as plataformas de gestão de monetização para publishers: DoubleClick for Publishers e DoubleClick Ad Exchange.

Nesse caso, a justificativa é a nova forma de consumir conteúdo, multiplataforma. O Google afirma que, com a mudança, os produtores de conteúdo receberão uma remuneração melhor. Não houve nenhum anúncio relacionado ao AdSense ou ao AdMob.

Se você foi correndo ver as novidades e se frustrou porque ainda não mudou nada, mantenha a calma: as marcas e nomes serão modificadas só em julho. No dia 10, aliás, vai acontecer uma transmissão ao vivo em que o Google promete ainda mais surpresas para os seus anúncios.

Fonte: Resultados Digitais

Os stories também chegaram no Behance

Lançado originalmente pelo Snapchat, as publicações temporárias tomaram força e começaram a fazer parte de muitas plataformas digitais, principalmente o Instagram, onde a média de visualizações em todo o mundo ultrapassa os 300 milhões por dia.

Os stories fazem sucesso porque tudo muda o tempo todo. Ligado a uma geração que anseia por novidades e não tem medo delas, as constantes atualizações fazem com que esta ferramenta se torne ainda mais querida pelos usuários.
Tão querida, que recentemente, chegou ao Behance. O maior canal de portfólios do mundo agora será palco de uma experiência da Adobe, onde irá conectar designers experientes com usuários que costumam usar e abusar das referências da plataforma.
Provavelmente, os stories do Behance irão aumentar o tempo gasto no site e aumentando as proporções de uso da mesma, e de quebra, divulgando produtos da própria Adobe.
Fonte: Publicitários Criativos

Nova atualização do Instagram permite compras nos stories

Antes, o recurso já estava disponível para o feed de notícias, agora se expandiu para as histórias do Instagram. Essa novidade chegará para contas comerciais no Android e iOS. Basicamente, a função permitirá publicar uma foto e incluir o endereço do site de compras. Mais ou menos como o botão “comprar agora” do Facebook.

De acordo com o Instagram, cerca de 300 milhões de pessoas visualizam os stories todos os dias e, boa parte deles, ainda acompanha as marcas para receber novidades e conhecer mais sobre os produtos oferecidos. Segundo o site Publicitários Criativos, a novidade virá inicialmente para marcas como Adidas, Louis Vuitton e Aritzia, e deve chegar a outras marcas aos poucos.

Tudo isso nos faz perceber que, a cada dia mais, estamos nos aproximando e aprendendo a desfrutar das vantagens dos serviços de e-commerce. Essa modalidade de comércio vem crescendo de forma exponencial, facilitando a vida do consumidor que pode efetuar a compra de produtos por meio de qualquer dispositivo com acesso a internet.

FIFA: Confira o vídeo de abertura da Copa do Mundo 2018

Publicado nas redes sociais da Fifa, monumentos históricos, estátuas, catedrais e outras representações do país se destacam durante o filme. Além disso, dentro de cada painel apresentado no clipe, há a presença de joias em que são projetadas imagens de grandes jogadores do Brasil, Alemanha, Argentina, Espanha, França, Itália, Inglaterra e Uruguai, todas campeãs mundiais.

De acordo com a descrição da Fifa, a animação foi inspirada em Imperial Eggs (Ovos Imperiais), de Peter Carl Faberge. Os Ovos Imperiais eram feitos de metais preciosos e combinavam criatividade e artesanato. Os objetos foram usados pelos czares Alexandre III e Nicolau II para presentear suas esposas e mães. Inspirados nas joias dos governantes, as peças passaram a fazer parte da cultura da russa e é muito comum no país.

Clique aqui para assistir!

Na última segunda feira, a Fifa divulgou alguns detalhes sobre a cerimônia de abertura da Copa do Mundo, que será realizada na próxima quinta, no Estádio Lujniki, em Moscou – momentos antes de rolar a bola para o primeiro jogo do torneio. A festa contará com um show do cantor britânico Robbie Williams e a presença de craque Ronaldo.
O jogo será entre Rússia e Arábia Saudita, pela primeira rodada do Grupo A, às 12h (de Brasília).
Fonte: G1 e Veja.

Spotify: como compartilhar playlists no stories do Instagram

Berlin, Germany – April 20: The logo of the music streaming service Spotify is displayed on a smartphone on April 20, 2017 in Berlin, Germany. (Photo Illustration by Thomas Trutschel/Photothek via Getty Images)

O Spotify permite compartilhar qualquer playlist diretamente ao storie do Instagram. A capa e o título da lista de música surge como um sticker. É possível redimensionar o adesivo como quiser e adicionar textos, desenhos e GIFs normalmente na mesma publicação. Um link para as músicas também é incluído automaticamente ao post, que redirecionará o usuário ao aplicativo do Spotify com um só toque sobre o sticker. Para isso, basta que a playlist seja pública.

 

Vamos aprender o passo a passo agora?

1 – abra a playlist que você deseja compartilhar e depois selecione os três pontinhos de opções, localizado no canto superior direito da tela.

2 – clique em “compartilhar” e escolha a opção “Histórias do Instagram”. O Instagram será aberto automaticamente no seu celular e o sticker da playlist já aparecerá no storie.

 

Pronto. Agora você pode redimensionar como você quiser e compartilhar com seus amigos.

Essa estratégia de compartilhar playlists também sido muito usada por empresas que desejam estar mais próximas de seus clientes.  Segundo estudo realizado pelo Spotify em conjunto com a TNS Global, para as marcas, o streaming tem uma alta percepção especialmente entre adolescentes.

A dica que fica é que a empresa “mostre ao mundo o tipo de música que sua marca curte ouvir nas festas, no carro ou enquanto toma um café”. Entre os cases de sucesso, estão O Boticário, Disney Pixar, Coca-Cola, Oakley, Nike e Adidas.

Com informações dos sites: Le Fil e Tech Tudo.

Instagram: Saiba como silenciar amigos sem deixar de segui-los

Durante esta semana, o Instagram lançou um novo recurso que permite aos usuários parar de ver publicações de amigos sem precisar deixar de seguir. Segundo a empresa, a opção provavelmente chegará a todos os usuários em alguns dias. Já era possível silenciar publicações feitas no stories, porém a nova função permitirá a ação para a timeline também.

Ela funciona de maneira bem parecida com o “deixar de seguir” que já conhecemos do Facebook: o usuário silenciado não é notificado e você não deixa de segui-lo, mas todas as publicações dele param de aparecer no seu feed de notícias de maneira que é possível reverter depois.

 

 

Desde abril já existiam rumores que o novo recurso seria implementado. A função foi bastante pedida e aguardada por muitos usuários e deve ajudar a personalizar melhor o feed da plataforma, sendo especialmente útil para quem segue muitos perfis e quer acompanhar apenas alguns deles.
Ainda não existem notícias de quando a funcionalidade deve começar a ser implementada no Brasil, porém é apenas uma questão de tempo e não deve demorar muito.

É aguardar pra ver!

(Fonte: publicitarioscriativos.com)

YouTube é a plataforma mais lucrativa para criadores de conteúdo

 

Apesar do crescimento do Instagram como plataforma favorita dos influenciadores digitais e criadores de conteúdo, o Youtube segue sendo o meio mais lucrativo para esses profissionais.

A surpresa fica por conta do segundo lugar com o Etsy, site de comércio eletrônico dos Estados Unidos. Em seguida, aparece o Instagram na terceira posição.

 

 

A pesquisa da Statista é referente ao ano de 2016, mas a a empresa garante que os números mantiveram a mesma estimativa em relação aos criadores de conteúdo no ano de 2017.

Os profissionais no YouTube obtiveram uma receita total igual às receitas obtidas por criadores em todos os outros serviços principais combinados.

Vale ressaltar que as recentes mudanças no sistema de monetização do Youtube podem alterar esse resultado daqui pra frente.

(por Soraia Alves)